Google+ Followers

segunda-feira, 26 de abril de 2010

INDIFERENÇA

INDIFERENÇA
De: Ysolda Cabral


Tudo amanheceu claro,
O ar ameno e descansado,
As árvores bem verdinhas,
Tudo parecendo renovado.

O orvalho sobre as plantas,
Ilumina a redondeza,
Limpa a minha alma,
De todas as asneiras.

A noite me pareceu boa,
Sem sonho e sem pesadelo.
Dormi e hoje acordei;
Apenas...

Mais um dia se inicia,
- estou pronta –
Nada vou esperar,
Não adianta...!

**********

Publicado no Recanto das Letras em 26/04/2010
Código do texto: T2220230