Google+ Followers

segunda-feira, 30 de maio de 2011

CRIANÇAS BEBEM ÁCOOL COMBUSTÍVEL





CRIANÇAS BEBEM ÁLCOOL COMBUSTÍVEL
De: Ysolda Cabral






Eu queria ser totalmente ''poeta''. Assim viveria todo tempo no ''Mundo da Lua'' feliz e contente da vida. Entretanto, como não sou, vivo entre o ''Lá e o Cá'', o jeito é tentar não sentir tanto impacto e nem tanta tristeza, nessas minhas idas e vindas.

Senão vejamos: hoje, quando fui abastecer o carro, antes de vir para o trabalho, testemunhei uma garota, de no máximo 16 anos, chegar com uma garrafinha de água mineral de 500 ml e pedir ao frentista que a enchesse.

Surpreendida perguntei, ao frentista que me atendia, se agora os meninos de rua estavam também ''cheirando'' gasolina. Ele respondeu que, na realidade, ela estava ''comprando'' álcool e era pra beber.

Fiquei em estado de choque, pois nunca imaginei que uma coisa dessas pudesse acontecer e assim bem na minha frente.

Sem conseguir tirar os olhos da garota, vi, para comprovação da informação que acabara de receber; ela pedir um pacote de salgadinho e sair comendo e tomando pequenos goles da respectiva garrafinha. Mais adiante se juntou a outros garotos, os quais, pelo visto, já a esperavam, e, juntos, partiram com destino ignorado, porém previsível e lamentável.

Nem perguntei a razão deles atenderem a ''cliente''. Eu já sabia a resposta.

Com lágrimas nos olhos e com o coração apertado, segui meu caminho, me sentindo completamente desnorteada e impotente.


''Assim caminha a humanidade''.


**********


Publicado no Recanto das Letras em 30/05/2011

Código do texto: T3002775