Google+ Followers

sábado, 14 de maio de 2011

''ESTALO NO ESPIRÍTO''

''ESTALO NO ESPÍRITO''
De: Ysolda Cabral





Carma é carma, dizia Carmem. Sina é sina, dizia Alcina. Isso é castigo, dizia Dolores que não se importava com dores, desde que não fossem suas. Já Das Dores, que tinha dores até no nome, dizia querer mudá-lo. - Quem sabe assim seu carma, sua sina, seus castigos e suas dores não diminuíssem?! Conjecturava.

E, como na vida tudo é questão de sorte, de destino ou desatino de quem não quer parar para refletir, e mesmo assim fica a espera de que as coisas aconteçam... Clarinda, a qual enxergava muito claro e muito além do seu próprio umbigo, garantiu às amigas que, tudo era questão de fé.

Cinco amigas, (minhas conhecidas), cinco diferentes vidas e um só objetivo: a felicidade.

Resolveram que iriam encontrar essa condição...

Na primeira tentativa, Carmem, foi atropelada na esquina e morreu. No velório, Alcina falou para as outras amigas: “foi castigo”, ela não se contentava com nada!

Já Dolores, diante de tal fatalidade, resolveu se importar com as dores dos outros e terminou por ficar louca. Quanto à Das Dores, trocou de nome e passou a se chamar Felicidade. - Ao sair do cartório, foi atropelada... Não morreu, contudo ficou numa cadeira de rodas até hoje. Já Clarinda, garantiu sua ''entrada'' no Céu, depositando tudo o que tinha na conta indicada pelo pastor de sua igreja. Hoje vive ao deus-dará pelas esquinas.

Conclusão: a felicidade é apenas um ''estalo no espírito'', o qual se você não ''reparar'' ele simplesmente ''quebra'' você. Ah, como estou quebrada! Evidentemente comigo foi praga. (Rsrs)

**********


Publicado no Recanto das Letras em 12/05/2011

Código do texto: T2965737