Google+ Followers

segunda-feira, 9 de julho de 2012

LEMBRANÇA OUSADA


LEMBRANÇA  OUSADA
De: Ysolda Cabral
  

Por vezes sua lembrança me invade de maneira tão profunda...

E, ao  tempo em que tenho medo; vibro de alegria, me empolgo, enlouqueço...

Ela chega de repente e me põe do avesso, fazendo de mim o  que bem  quer.

Tento  me safar, mas  não consigo!

Acho  que não quero e  me deixo possuir por inteiro.

Ela, não se faz de rogada e me pega, me abraça de um jeito que amoleço, desfaleço, me desconheço...

Logo me deixa e sem consideração ou piedade  vai embora, me deixando numa completa solidão e em angustiado desalento.

 **********

Publicado no Recanto das Letras  em 18/06/2012
Código do texto: T3730953