Google+ Followers

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

ALMA EXPOSTA




ALMA EXPOSTA
De: Ysolda Cabral


O que há na minha alma
Que a faz tão inquieta
Tão inconstante e tão alerta?

O que há na minha alma
Que não sossega
Que duvida e não se entrega?

O que há na minha alma
Que às vezes me preenche
E quando isso acontece
Fico na mais completa calma?

O que há na minha alma,
Que me faz não existir
E mesmo assim perceber
Que ainda estou aqui?

O que há na minha alma
Que me deixa reticente
Mas não me faz ficar silente
De contar que sou assim?

**********


Publicado no Recanto das Letras em 17/08/2010
Código do texto: T2442853