Google+ Followers

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

CATANDO CONCHAS




CATANDO CONCHAS
De: Ysolda Cabral


Colares baratos ou caros,
Na panela de barro,
Porta jóia improvisado,
Colo estupefato...

Surpresas de lado;
Falsos diamantes e rubis,
Pedras bonitas e enganosas,
Compradas a troco de muito;
Ou quase nada...

O colorido é bonito,
Porém falso.
- Mas tanto faz -
O brilho reluz, mas não seduz.

Entre elas lindas conchas marinhas.
- Verdadeira riqueza -
Trazidas da beira da praia,
Em finais de tardes enluaradas.

Ah, como era bom catá-las!



**********

Publicado no Recanto das Letras em 02/09/2011
Código do texto: T3197251