Google+ Followers

terça-feira, 1 de novembro de 2011

FORMIGUINHA EM DESESPERO





FORMIGUINHA EM DESESPERO
De: Ysolda Cabral


Abatida,
Acabada,
Acuada...

Decepcionada,
Desarticulada,
Desnorteada...

Esfomeada,
Estressada,
E transtornada.
Estava a formiguinha.

Culpa do açucareiro lavado,
No escorredor da pia,
Pingando água.

Ai, que raiva!
Açucareiro não se lava!!!

Disse a formiguinha indignada.

- Açucareiro se lava!
E formiguinha não fala, mamãe!!

******

Dedicado à Ylana (04 anos) que de boba não tem nada. (Risos)

Publicada no Recanto das Letras em 01/11/2011
Código do texto: T3311131