Google+ Followers

sábado, 25 de fevereiro de 2012

LUZ NA ESCURIDÃO





LUZ NA ESCURIDÃO
De: Ysolda Cabral



Meu olhar se perde no nada.
É preciso que me quede,
Não me apresse... Isso passa.

Quietação imposta;
Respiro fundo,
E, algo em mim me ampara,
Sacode, me traz de volta.

No decorrer do dia,
Consigo me encher de alegria,
A qual me leva e me arrasta,
Para longe da melancolia.

Faz-me caminhar por sobre o medo,
Não dar a mínima se é tarde ou se é cedo.
E, com os pés firmes no chão,
Voo alto e encontro a Luz;
Bem no meio da escuridão.

**********

Obra ilustração: Joaci

**********
l
Publicado no Recanto das Letras em 24/02/2012
Código do texto: T3516958