Google+ Followers

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

YSOLDA CABRAL & FERNANDA XEREZ - EM DUETO







ENIGMA PARA DECIFRAR - 03/2012


F. ernandinha, agora é coisa séria
E. nada de dar risada
R. ia só na hora exata
N. ão tripudie desta sua aprendiz
A. final acróstico é coisa complicada
N. ada de querer bis
D. á até um frio na barriga
A. h, minha amiga, sou tão limitada!


X. erez me diga: Por que a plantinha não fala?

E. nigma fácil assim você não acha
R. esponda sem precisar colar nem nada
E. agora, como estou indo nessa empreitada?
Z. oada estou fazendo, só não sei se serei aprovada.

(Ysolda Cabral)


Y. es, você está se saindo muito bem
S. uas respostas a todos convém
O. seu talento é para esbanjar
L. imitada? menina, você é de arrasar
D. errama versos com maestria
A. grada a todos, trazendo alegria


C. alma: o enígma já vou responder
A. final é tão fácil, pode-se ver
B. astou uma voltinha na internet
R. elaxei e saí mascando chiclete
A. plantinha não fala, Ysoldinha
L.ógico: porque ela ainda é "mudinha"

(Fernanda Xerez)





**********

Comentário digno de destaque:

08/02/2012 13:52 - MWarttusch

Acrósticos à parte,
Direi que é sim, difícil arte,
Essa de se fazer dos versos a montagem...
- Parece bobagem -
Coisinha simples... assim...
Eu faço pra você e você faz pra mim...
É como tirar o pirulito da boca da criança...
- Vai nessa, e você dança -
Vai, vai tentar pra ver...
A dificuldade que é isso fazer.
Dois mestres acrostiqueiros
Não fazem isso por dinheiro
Pois, num bate-papo de amizade,
Demonstram seu talento em igualdade.

Parabéns Ysolda e Fernanda

Beijos

Mírian Warttusch

**********
Publicado no Recanto das Letras em 08/02/2012
Código do texto: T3486774