Google+ Followers

domingo, 7 de fevereiro de 2010

MATÁFORAS - II



METÁFORAS - II


Por adorar meu amor inventado,
Hoje lhe mando um recado,
Cujo cabeçalho começa assim:

Por aqui o dia amanheceu
Muito firme e muito forte,
Exatamente como eu.

E continuo...

Mesmo estando de saudade febril,
Fui caminhar e logo percebi,
Que do canto não saí.

Tentei levantar e foi em vão.
A cabeça doía e os braços também.
As pernas não obedeciam,
E foi assim que começou o meu dia.

De repente muita raiva me deu,
E de um pulo levantei.
Resultado: fui parar no chão frio,
O qual me arrefeceu.

E agora estou aqui,
A lhe escrever estas linhas,
Só pra dizer que, pode não parecer,
Mas ainda amo você.

*****

Publicado no Recanto das Letras em 07/02/2010
Código do texto: T2074024