Google+ Followers

sábado, 6 de novembro de 2010

EU E A BORBOLETA

EU E A BORBOLETA
De: Ysolda Cabral


No final da tarde bonita e quieta,
Resultado de um dia azul e amarelo,
Sentia-me triste e inquieta,
Conjecturando coisas incertas.

De repente uma borboleta,
Pousou com graça e beleza,
Bem no parapeito da minha janela.

Ela era tão linda e delicada!
Suas asas tão perfeitas!
Fiquei extasiada...

Tanta Luz dela emanava,
Tanta força ela me passava,
- Que eu não sei como -
Mas, ela mandou minha tristeza embora.

Queria que ela voltasse agora,
Quem sabe não me faria esquecer,
A saudade que sinto de você,
Pelo menos nesta hora...

**********


Publicado no Recanto das Letras em 07/11/2010

Código do texto: T2601281