Google+ Followers

terça-feira, 2 de novembro de 2010

A VIDA DESAPARECEU

A VIDA DESAPARECEU
De: Ysolda Cabral



De repente, não mais que de repente,
Deu-se um branco em minha mente.

Uma coisa realmente de momento.
E a saudade que eu sentia de você,
Perdeu-se no total esquecimento.

Só assim, tão somente assim,
Você sairia de vez da minha alma,
Fazendo meu coração voltar a ter calma.

Agora, livre daquele amor desesperado,
Nunca mais eu vou chorar.
Nunca mais vou sentir a sua falta.
Nunca mais farei um poema a você dedicado.
Isso está sacramentado.

Vou até procurar um papel,
Para anotar dia, hora e a data
Que, este branco abençoado aconteceu.
Bem como todas as promessas que ora faço.

Mas, porque será que não encontro papel?

- O que houve?!

Foi a Vida que desapareceu...

**********

Publicado no Recanto das Letras em 02/11/2010
Código do texto: T2593279