Google+ Followers

domingo, 22 de janeiro de 2012

CIRANDANDO COM NUVEM E FLOR








Visitei a Nuvembranca, em seguida fui ver a Flor Enigmática e aí a ciranda da Nuvem me pegou e cirandei sobre o amor de maneira segura e confortável como se estivesse na ciranda da Lia de Itamaracá: certa do compasso...


Meu amor nunca existiu
Foi minha poesia que o pariu
Nasceu,viveu ,morreu
Em primeiro de abril.

(Ysolda Cabral )

**********

E chegando mais cirandeiros...

Pois meu amor não sei
Se foi de plebeu ou nobre
Não conheci a sua lei
Verei se a cartomante descobre

( J Stanislau Filho )

**********

Meu amor foi estupendo
Me arrepio quando lembro
Me tirou até a alma
A danada da cachaça

( Ébrio )

**********

Esta ciranda é contagiante
Fala de cor ,sabor,sedutor
Fala de amante
Quando chega,o amor

( Flor Enigmática )

**********


Meu amor aconteceu
Não fui eu quem o escolheu
Coração o percebeu
Quando a sós, você e eu

( Jeronimo Madureira )

**********
CIRANDEANDO

Minha vida é uma ciranda
que roda num desvario
Ai de mim, se ela parar...
sinto até um calafrio...

Não para, minha ciranda
que a vida está nessa roda
Se meu sono for profundo,
não para; vê se me acorda!

Pra fugir das minhas dores,
Passo horas a dormir.
Mas a ciranda não para.
Está sempre a me perseguir.

Se do amor fores no encalço
Roda depressa, ciranda!
Mas gira bem devagar,
e ao encontrá-lo, não anda...

Nossa vida é mesmo assim
Correndo, louca, incontida...
Nem a ciranda, ou o tempo
Vai evitar nossa partida.

( Mírian Warttusch)

**********

Amor às vezes entristece
Mas me alegra esta ciranda
Amor na vida acontece
E o coração ele comanda

Aos passos da ciranda, que dancei muito em Recife...E conheci também a Ilha de Itamaracá (essa ciranda quem me deu foi Lia, que mora na ilha de Itamaracá...)

( Gajocosta )

**********

Na ciranda do amor
Joguei os dados, vivi
A este jogo sedutor
Ganhei mais do que perdi.

( Conceição Gomes )

**********

Seu amor era primavera
Cheirava flor de laranjeira
Te fez suave e regateira
Foi se... já era

(AleixenKo )

**********
Numa roda de ciranda
uma paixão me pegou
a partir daquela pega
o meu destino mudou.
Passei a andar pelo mundo
como humilde vagabundo
Nada do amor me sobrou!

( Luzirmil )

**********

Quem dera encontrar
A primavera da suavidade
Onde o amor fosse de graça
Sem troca ,sem medo, sem farsa

( Maria Socorro Costa )

**********
Eu dei a luz ao amor,
No primeiro poema...
A primeira dor,
Foi o meu tema!

( Adria Comparini)

**********
Y.es, o amor chegou de mansinho
S.oprando-me segredinhos
O.meu coração é um ninho
L.eve amor, bem docinho
D.elicado feito passarinho
A.mor, meu amorzinho.

( Fernanda Xerez )

**********
Meu amor é navegante,
como um barco em alto mar.
De sereno á excitante,
quero sempre navegar.

( Veralis )

**********
D.e alguns ouvi certa frase
E. a ela não dei ouvidos não...
S.ei que disseram numa fase
I.mprópria e,..., ‘larguei de mão’
L.indo é dizer que da flor
U.ngida foi a eleita
S.omente os que tem rancor
Ã.h! Amor é uma flor roxa que nasce no coração do trouxa...
O.usam pronunciar,..., que horror!

(HICS)

**********

O amor me veio assim
No encanto de uma paixão
Ainda consigo ver
As minhas estrelas no chão.

(Ieda)

**********
Do amor sempre direi acende estrelas em meu olhar



escorre mel de minha boca meu coração faz cantar.
Se digo isso do amor é que tenho convicção



que o meu Amor se entrega ao meu amor, com paixão.

( Edna Lopes )

**********

Andei por nuvem e flor
de estrelas nos pés fiz chão
quero saber o que é o amor
esse imenso ponto de interrogação.

( Luciana Vettorazzo Cappeli )

**********
Meu amor cedo partiu,
Só saudade aqui deixou,
Quem sabe ele nem existiu,
Foi meu verso que o sonhou.

( Márcia Kaline Paula de Azevedo )

**********

O rosto de um lindo anjo
Negros cabelos até a cintura
Treme o pequeno marmanjo
Lembrando a mãe linha dura
(rimas simples "guardadas num velho baú"...dos anos 60)

( Sóstenes Fonseca )


**********

Os amores que vivi,
permanecem na lembrança.
desde o dia em que saí
de minha tenra infância!

(Milla Pereira)


**********




Registro e agradeço a bela participação de todos.


*********



Publicado no Recanto das Letras em 19/01/2012
Código do texto: T3449655