Google+ Followers

domingo, 22 de janeiro de 2012

NÃO SEI INGLÊS!




NÃO SEI INGLÊS!
De: Ysolda Cabral




Aprendi ainda bem menina que, palavra dada tinha que ser honrada e pontualidade era parte imprescindível desse requisito. Sem ela, a pessoa não merecia consideração, credibilidade e nem respeito. Portanto, não servia para amiga e não servia para nada.

Na década de setenta, era muito comum o pessoal jovem se encontrar nas lojas de discos, uma vez que não existiam Shopping Centers. E, eu, sempre marcava de encontrar o pessoal na ''HI-FI'' DISCOS, onde ficava escutando música em *alta fidelidade e nem sentia o tempo passar.

E passava, e passava, e passava e ninguém chegava e eu terminava por ir embora muito chateada. ( Veja a minha cara na foto) :)

Certa feita marcaram comigo na ''RAIFAI'' DISCOS e foram embora sem me darem tempo de perguntar onde ficava a referida loja uma vez que, eu só conhecia e frequentava a ''HI-FI DISCOS''.

Muito tempo depois, numa festa de aniversário do amigo Sóstenes Fonseca, um senhor veio me cumprimentar com muita alegria. Naturalmente respondi ao cumprimento com a mesma festividade, porém sem saber com quem estava falando. E, assim que tive chance perguntei ao Sóstenes quem era aquele senhor tão animado.

E ele me respondeu: ''menina, é Nadinho (Arnaldo Pinheiro) amigo de Djalma Fiqueiroa, proprietário da ''RAIFAI'' DISCOS que ficava lá no ''beco'' da Livraria Estudantil, em Caruaru, lembra?

Era a minha ''HIFI DISCOS!!!!

Hoje, parei numa banca de revista e pedi um ''TRIDENTE''. Minha filha indignada exclamou: ''TRÁIDENT'' mamãe!

- Pois é...!

Aprendi um bocado de coisa na vida, mas nunca consegui aprender inglês. E, por conta disso fiz um monte de desafetos, passei muita vergonha e ainda passo. Hahahahahahahahaha...

* Alta Fidelidade – Tradução de Thiago Medeiros para HI-FI.





**********



Publicada no Recanto das Letras em 22/01/2012
Código do texto: T3454777