Google+ Followers

sexta-feira, 7 de maio de 2010

BRANCO BONITO

BRANCO BONITO
De: Ysolda Cabral


A música é bonita, mas não impressiona.
Escuto apenas pra fugir de conversas tolas e vazias.

O dia está lindo e eu estou de bem com a vida,
Apesar da noite ter sido de pesadelos terríveis,
Contudo o amanhecer chegou pra me deixar livre.

Assim a vida continua ... E hoje é sexta-feira!
Dia que a maioria veste branco,
Até por brincadeira.

Quanto a mim?! - Só por coincidência.
Jamais de outra maneira.

Branco bonito pra mim;
Está nas nuvens do Céu, de um dia azul anil.
E, o de hoje está assim...
Lembra até um dia de primavera,
De quando ainda era menina na minha terra.

Branco bonito pra mim,
Está na alma da criança;
Na gaivota que voa alto e graciosa,
Por sobre terras e mares... Despretensiosa...

Branco bonito pra mim,
Está no esquecimento dos desencantos.

Branco bonito pra mim,
De verdade, mesmo, mesmo...
Está no sorriso de minha filha
– Que sorriso mais bonito!

Branco bonito pra mim,
Está no coração dos que amam.
Pois o amor é o começo, o meio e o fim.
E se existir outro, por favor, me conte.


*****


Publicado no Recanto das Letras em 07/05/2010

Código do texto: T2242630