Google+ Followers

quinta-feira, 27 de maio de 2010

CAMINHO DO VENTO


CAMINHO DO VENTO
De: Ysolda Cabral


Tomei o caminho do vento
Um vento lento, preguiçoso
Paralisado pela beleza da lua

Com ele segui pela rua escura
Sem pressa, sem medo
E assim fui vencendo cada curva

Sem contraponto, com contratempo
Na contramão, sem contradição
Firme com minha decisão
Prossegui...

Sem sonho e sem fantasia
Sem esperança e sem alegria
Sentindo uma paz infinita
No caminho me perdi.

*****

Publicado no Recanto das Letras em 27/05/2010
Código do texto: T2283968