Google+ Followers

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

EDUCAÇÃO É QUESTÃO DE SOBREVIVÊNCIA


EDUCAÇÃO É QUESTÃO DE SOBREVIVÊNCIA
De: Ysolda Cabral




Não me acostumo com falta de educação, grosseria, agressividade, discriminação e violência. Venha de quem vier e de onde vier. Até mesmo de mim, pois quando cometo algum desses imperdoáveis “delitos” fico muito mal comigo mesma e confesso que é bem difícil de me perdoar.

Ultimamente venho me pondo à prova e exercitando o alto-controle e a paciência para exercer a boa educação e a tolerância constantemente... Até por que sou meio explosiva, meio sangue quente. Sou daquelas pessoas que não levam desaforo pra casa, mesmo sem guardar mágoa ou rancor. Ou pelo menos era; uma vez que, tenho usado com muito afinco o “recurso” tolerância.

É isso... T o l e r â n c i a!

É tolerância que está faltando entre nós, enquanto seres humanos. A impressão que tenho é de que ninguém tolera mais ninguém. Todos se acham os donos da verdade, os “bam-bam-bans" do pedaço. Só eles têm razão e para obterem o respeito e a atenção que se julgam merecedores, recorrem ao “vale tudo”.

E a Vida é muito mais que isso...

Para que tanta discriminação, competição desleal, distorcida, ridícula e inaceitável?!

Aí vem a Mãe Natureza e mostra quem é que manda... E sobra pra todo mundo.

Tomo como bom exemplo; as fortes chuvas que recentemente desabaram sobre o Rio de Janeiro, soterrando casebres e mansões, e, com moradores dos quatro cantos do mundo.

E é essa a conseqüência do “vale tudo” que se estende como uma peste, envolvendo tudo e todos, de uma forma ou de outra; há longo tempo.

- Se não existe respeito pela Natureza e nem pelo meio ambiente, como pode haver respeito entre os homens?

Ando observando muito os sintomas dessa “peste” que se alastra rapidamente e assustadoramente sobre todos nós e chego à conclusão de que, a única “vacina” existente para conter o avanço dessa epidemia é uma boa educação.

Será através dela - da educação - que aprenderemos a ter tolerância e assim proporcionar que aconteça uma verdadeira revolução, onde o respeito pela Vida e pelo ser humano, se tornem palavras de ordem.

Se você não é educado, aprenda a ser. - Não custa nada!

Comece sendo educado em sua casa. Com os membros de sua família.

Procure ser gentil e cordato com todos, até com os mais mal educados, agressivos e grosseiros. À proporção que você for usando da boa educação, eles começarão a usá-la também.

Não entre em contendas...

Aprenda a dizer não com firmeza, porém sem ser autoritário e/ou agressivo.

Aprenda a agradecer e respeite o limite de cada um. Assim você também será respeitado.

Procure ajudar, pelo simples ato de que assim deve ser e não visando reconhecimento, benefício próprio ou por uma estúpida vaidade.

Jogue o lixo na lixeira...

Saber viver não é tão simples, eu sei! Entretanto, com uma boa dose da “vacina” educação, tudo se tornará mais fácil e viável.É isso aí! O "recado" está dado.

**********


Publicado no Recanto das Letras em 17/01/2011

Código do texto: T2734493