Google+ Followers

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

MEU PENAR

MEU PENAR
De: Ysolda Cabral



Aprendendo a viver sem você,
Nada parece interessante.
A saudade difícil de conter,
Me faz sonhar a cada instante.

Se estou acordada ou dormindo,
Pelo amor de Deus... Não pergunte!
Posso estar no sonho mais lindo,
E, nunca mais eu lhe encontre.

Se você assim mesmo perguntar,
Posso até responder sorrindo,
Alegremente e a cantarolar...

Pois cantarolando vou seguindo,
Na estrada florida do destino,
Eternamente triste e a penar.

**********

Publicado no Recanto das Letras em 24/02/2011
Código do texto: T2812166