Google+ Followers

sábado, 2 de junho de 2012

BEIJO NO PAPEL


BEIJO NO PAPEL
De: Ysolda Cabral


Para matar a saudade,
Peguei o seu retrato.

Seus olhos me sorriram,
Sua boca me beijou,
E eu flutuei no infinito,
Sentindo gosto de mel.

Assustada percebi,
Que quem beijava era eu,
Sorrindo pra você,
Muito sério no papel.

**********

Publicado no Recanto das Letras  em 25/05/2012
Código do texto: T3687940