Google+ Followers

quinta-feira, 14 de junho de 2012

FESTAS JUNINAS


FESTAS JUNINAS
De: Ysolda Cabral


 Quando à manhã cai
E a tarde chega;  
Sentindo o Sol queimar minha pele ,
Ao caminhar pelas ruas da cidade.
 Lembro de minha terra... Sinto saudade.

Da Santa  Igreja da Conceição... Confissão.
Domingo na missa... Comunhão.

 Do Morro do Bom Jesus...  O entardecer.
Das Festas de Antonio, Pedro e João;
Onde tudo podia acontecer. 

Rua da Matriz, Praça do Rosário,
Auto do Moura, Imperatriz Leopoldina;
Minha rua, minha casa... Meu relicário. 

Nossa feira, nosso folclore,
nossos costumes...
 Quadrilhas subiam o morro,
À luz da Lua e nos degraus;
Beleza e alegria pura. 

**********

Publicado no Recanto das Letras em 10/06/2012
Código do texto: T3715979