Google+ Followers

sábado, 2 de junho de 2012

CANTEI O AMOR


CANTEI O AMOR
De: Ysolda Cabral


Despida de Vaidade
Despida de orgulho
Despida de qualquer convenção
Cantei o meu amor

De que adiantou?
Chorei, sofri, quase morri
E você nem ligou!

**********

Publicado no Recanto das Letras  em 25/05/2012
Código do texto: T3687953