Google+ Followers

sábado, 2 de junho de 2012

LEVE E ATÉ BREVE


LEVE E ATÉ BREVE
De: Ysolda Cabral


Meu coração está leve;
Até breve!
O sangue em minhas veias ferve...
Ainda serve!

Me leve pra qualquer lugar.
Que chova; que faça Sol;
Em qualquer arrebol...

Quero passear,
Tomar banho de Mar,
Ou de chuva...
Ninguém vai reparar.

Quero rir a toa,
Quero ir numa boa.
E, se não voltar;
Quem irá notar?

Contudo,
Não me pergunte nada,
Nem me faça chorar,
Muito menos pensar...

Até por que sobre mim,
Ou sobre a Vida,
Nada mais tenho pra falar.

**********
Publicado no Recanto das Letras  em 31/05/2012
Código do texto: T3697882