Google+ Followers

quinta-feira, 14 de junho de 2012

ROSTO QUE SOME



ROSTO QUE SOME   
De: Ysolda Cabral



Completamente apaixonada,
Perco-me no teu sorriso,
No negro do teu olhar... Tão lindo!

O coração dispara,
Por pouco não sai pela boca.
Com esforço o controlo.

Espero... Aguardo...

O sentimento alarga,
Molha o meu rosto;
O gosto é salgado.

A expectativa é enorme,
Isso tem nome?

Dá um desânimo!
Ele me consome...

Perco o controle,
E tento acariciar o teu rosto;
Ele some...

Nas mãos;
Apenas tua fotografia,
Na tela branca e fria,
Do meu computador.

**********

Publicado no Recanto das Letras  em 14/06/2012
Código do texto: T3723503