Google+ Followers

sábado, 2 de junho de 2012

O PROBLEMA É O ESPELHO


O PROBLEMA É O ESPELHO
De: Ysolda Cabral

  
Mulher é mesmo um bicho complicado... Quando cisma, cisma mesmo e só sossega quando faz besteira.

Eu andava muita satisfeita com o meu cabelo. Crescendo jeitoso e finalmente com perspectiva de voltar ao fio reto até que, me vi numa foto com minha filha e não me reconheci.

- Pense numa coisa feia...  Credo, que susto!

Depois de olhar várias vezes,rapidamente para me acostumar com a cara que eu via, encarei a dita cuja e fiquei a refletir se o problema não teria sido da fotógrafa ( minha irmã)...

- Não! O problema não tinha sido da fotógrafa.  Deve ser a idade e o resultado dos bolos de chocolate que consumo diariamente, agravada pela falta de exercícios físicos e tal...

- Não! Nada disso.  Deve ser porque não coloquei nem uma maquiagenzinha, uma roupa legal... Não sabia que iriam tirar fotos minhas!

– Odeio fotos!   Não sou fotogênica.  Nunca fui!

- Não! O problema estava no meu cabelo.  Ah, era o danado do cabelo! 

Respirei aliviada e resolvi dar um jeito nele ligeirinho. Corri pro salão e mandei passar a tesoura, recomendando que o queria bem curtinho...

Minha querida amiga e cabeleireira Mirtes não teve dúvida e ''mandou ver''.  Ao terminar me olhei no espelho e me achei o máximo.  Fui pra casa toda contente da vida.

No dia seguinte, achei que algo ainda estava errado comigo.  Deve ser o meu guarda-roupa que precisa ser renovado. Fui então às compras. E, de roupa nova me achando, fui pro espelho... Alguma coisa ainda estava errada comigo, muito errada! Aquela cara que eu via, decididamente não era a minha. 

Depois de muito analisar, finalmente, descobri que o que estava errado  era a franja... Ela havia ficado grande demais. Em cima dos olhos! 

- Ah, agora estava tudo fácil de resolver!

Corri pro banho, lavei o cabelo novamente, peguei a tesoura e pronto estava resolvida a questão.

Sequei o cabelo e com coragem voltei ao espelho...

E, tchan, tchan, than... Estou ‘’punk’’. Fiquei com o cabelo em pé.

Agora nada mais posso fazer a não ser deixar o cabelo crescer um pouquinho e ficar bem longe de Mirtes, pois se ela vir o que fiz com sua ‘’obra de arte’’, vai querer me matar.

Contudo, depois de muitas lágrimas derramadas, assumi que o problema não está na minha cara e nem muito menos  no meu cabelo...

Está é no ESPELHO.

Hahahahahahaha...

**********
 Publicado no Recanto das Letras em 28/05/2012
Código do texto: T3692230