Google+ Followers

sábado, 25 de setembro de 2010

ELE É QUEM ME GUIA



ELE É QUEM ME GUIA
De: Ysolda Cabral



A propósito de alguns “ditos populares” gentilmente me enviados pelo escritor “Peregrino” o Luzirmil, me lembrei do seguinte episódio:

“Contra fato, não há argumento.”
“O que está feito, está feito.”
“E, àquilo que não tem solução, solucionado está.”

Assim dizia o refrão da "cantilena" de Maria, todo santo dia enquanto fazia o feijão. Ninguém agüentava mais aquela "mesmice" todo dia. Às vezes ela desafinava e quando isso acontecia, a comida saia doce ou salgada demais.

Tentei descobrir o que não sorria na sua alma – a velha mania de me preocupar com todo mundo que, de alguma forma, faz parte de minha vida - e, como nada descobria, cheguei à conclusão que ela era uma filósofa nata e nem sabia.

Fui um dia lhe contar e como nada me respondia, insisti e ela então falou: “me deixa em paz Ysoldinha, pois o que vale na vida é àquilo que você tem: saúde, paz e alegria.”

Então lhe confidenciei: e Deus, Maria, pois Ele é Quem me guia.


Publicado no Recanto das Letras em 24/09/2010


Código do texto: T2518547