Google+ Followers

terça-feira, 7 de setembro de 2010

OAB E O TRATO COM O DIVINO


OAB E O TRATO COM O DIVINO
De: Ysolda Cabral




Quando cursava o Ginásio – hoje 1º Grau – conheci um garoto que chamava a atenção de toda turma por sua rebeldia, sovinice e maldade.

Tratava-se de um garoto até bonito e bem nascido. Eu ficava tentando descobrir a razão dele ser tão “ruinzinho”. Aproximei-me dele, uma vez que ninguém se aventurava.

- É que sempre fui dada a tentar consertar àquilo que não tem conserto. Mamãe procurava me orientar, me alertar, mas eu não a escutava. Eu entendia que, eu mesma, precisava formar meus próprios conceitos, principalmente alusivo ao ser humano. E, por mais que "quebrasse" a cara eu não aprendia. O pior é que continuo do mesmo jeito.

– Sou mesmo um caso perdido!

Contudo, nunca fiz mal a ninguém, até muito pelo contrário; pelo menos que eu saiba.

Quanto ao meu intento relativo ao garoto... Ora, se nunca consegui dar jeito nem em mim, como poderia dar nos outros?!

O tempo passou, cresci, mudei de cidade e nunca mais tive notícias dele, até poucos dias atrás.

Pois muito bem; minha amiga Diva me contou que, um dos diretores da empresa em que ela trabalha, estava muito chateado com Jesus Cristo e falando mal Dele.

Como ando ultimamente meio dispersa por motivos outros, achei que ela estava me contando uma piada, e, pensando ter perdido o “fio da meada”, lhe pedi para contar tudo de novo.

Ela indignada, exclamou:

- Ysolda, não estou contando nenhuma piada!!! - Que coisa!!!! Estou falando do meu chefe “Sr. Raul Pavão”.

- Fiquei “rosa chiclete”!

Com muita cautela posto que, aprendi que não se deve falar mal de ninguém, perguntei a razão dele andar xingando Jesus Cristo. Ela então me contou que o seu chefe, sujeitinho ordinário, perseguidor, mau caráter e sovino ao extremo, havia concluído o curso de Direito há alguns anos e como não conseguia passar nas provas da OAB, fez o seguinte “trato” com o Divino: se comprometeu em distribuir cestas básicas nas favelas, e, em troca, Jesus o faria passar nas “benditas” provas da OAB.

Conclusão: vem nessa “pisadinha” há uns bons quatro anos e até agora, como Jesus não fez a parte Dele, ele anda “detonando” Jesus Cristo pelos quatro cantos do mundo.

- Pois é, minha amiga !!! Jesus é bem esperto, você não Acha?! (Rsrs)

- Louvado seja Ele!

**********
Publicado no Recanto das Letras em 06/09/2010
Código do texto: T2481734

**********

Comentários interessantes deixados em minha Escrivaninha do Recanto das Letras
**********


06/09/2010 15:42 - Luzirmil
O pessoal do comentário se divertiu a beça com seu aposto, cara Ysolda. De minha parte, sentimental que sou, acabei tendo dó do rapaz. Mas você sabia, que Deus conhece (aliás está em nosso pensar, pois o fator tempo para Ele é nulo) nossos pensamentos futuros? A repetência do nosso amigo está embasada nessa lógica. Afinal ele não foi agraciado com seus almejados desejos, por ter nele uma latente mácula guardada em seus raciocínios futuros contra o Mestre dos Humildes. Qualquer mestre, desses comuns que existem, encontrando alunos que O assimilam, jamais deixa de mover as pedras em favor de tal discípulo. O *artista* em questão não deve ter o dom da atenção e portanto não assimilou as lições que recebeu. Lendo o que escreveu Neusi, lembrei-me de um caso que denominei de: "O Juiz Esbarrão". Bem... é melhor não entrar aqui em detalhes sobre um doutor dependente de remédio pra cabeça que acabou sendo diretor de um Forum lá em Juriticatalá. Em todos os processos só havia confusão.Bem vou parar por aqui que está relampeando e trovejando muito por aqui e poderá atingir meu CP. Logo mais eu volto. Abraços. Não repare as erratas pois escrevi com pressa.
Para o texto:
OAB E O TRATO COM O DIVINO
(T2481734)
**********
06/09/2010 14:52 - Jucélia Carvalho *
Cara Ysolda,Vc não é um caso perdido e sim um aceto da natureza. E ainda digo mais, se tivesse nascido em Garahuns seria perfeita, assim como eu. Sobre seu ótimo texto vc está me fazendo lembrar algumas pessoas que conheço que a anos tentam passar na OAB e não conseguem. A meu ver o poblema do Sr. Pavão é que ele está nessa "pisadinha" a apenas quatro anos, talvez mais quatro, atendendo a todas as favelas, e uma boa reciclagem ele passe.Vamos aguardar.(kkk)Bjs.Jucélia
Para o texto:
OAB E O TRATO COM O DIVINO (T2481734)
**********
06/09/2010 14:49 - Anderson Leandro *
Um dia o Sr. Raul Pavão irá rever seus conceitos e se arrepender do que têm feito. Espero que não demore, pois caso persista nesta personalidade, a falta de OAB será apenas um epsódio do sofrimento dele.Excelente texto, amiga. No começo do texto achei que você teria se apaixonado pelo pestinha do ginásio, kkkkkkkkk
Para o texto:
OAB E O TRATO COM O DIVINO (T2481734)
**********
06/09/2010 14:28 - Neusi Sardá
O pior Ysolda é quando o capeta resolve dar uma mãozinha e um elemento assim passa nas provas(e como tem disso). Eu sempre achei que uma criança já demonstra o futuro ser humano(desumano) adulto que será! Ou seja: a maldade é biológica. Excelente crônica. Abçs.
Para o texto:
OAB E O TRATO COM O DIVINO (T2481734)
**********
06/09/2010 14:24 - nuvembranca
Com Ele ninguém brinca Ele conhece os corações. Linda escrita. Eu não penso que você é um caso perdido (risos) É sorte partilhar a tua amizade amém. (risos)Parabéns sempre.
Para o texto:
OAB E O TRATO COM O DIVINO (T2481734)
**********
06/09/2010 14:22 - Felipe F Falcão
Se o cara já é sovina e mau caráter por natureza... tendo mais poder nas mãos, que será que ele não fará?... mas creio que neste casa em especial, Jesus não tem nada a ver com ele não passar nas provas, talvez o caso seja estudar mais... até porque ultimamente esta muito difícil passar nas provas da OAB mesmo...meus parabéns pela bela inspiração. Grande abraço.
Para o texto:
OAB E O TRATO COM O DIVINO (T2481734)