Google+ Followers

sábado, 4 de setembro de 2010

REFLEXÃO DE DOMINGO



REFLEXÃO DE DOMINGO
De: Ysolda Cabral





Caminhando neste momento lentamente, o Tempo passa. A memória, um tanto falha, me avisa que apaga imagens de propósito. Eu não me importo e deixo que ela proceda do seu jeito. E, assim junto com o Tempo, caminho firme e sem olhar para trás.

- Não quero correr o risco de me tornar estátua!

Alguma coisa se detém à minha frente. Não temo e prossigo de cabeça erguida, com coragem e a força dos que têm a consciência limpa, além de, na bagagem, trazer a certeza do dever cumprido.

E assim vou prosseguindo em harmonia com o Tempo. Se ele caminha lento, eu diminuo também o ritmo. Sorrio, descanso um pouco e alerta aguardo o sumiço de sua preguiça.

- Do jeito que ele andar, eu acompanho.

Ás vezes meu desejo é pedir, humildemente, que retorne um pouco. Então reflito: mesmo que isso fosse possível, não valeria à pena, pois nada deixei pelo caminho percorrido que valha a pena esse risco.

Se, entretanto, em algum momento do caminho eu ficar...

Por Deus! Que não seja num “Dia de Domingo”.

**********

Publicado no Recanto das Letras em 29/08/2010
Código do texto: T2465931