Google+ Followers

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

PROBLEMA ''DENTESCO''



PROBLEMA ''DENTESCO''
De: Ysolda Cabral




Sofia andava meio triste e desencantada. Nada a alegrava e nem lhe fazia sorrir por mais palhaçadas que fizéssemos. Começou a se tornar uma companhia um tanto quanto desagradável.

Desde que se divorciou, há dez anos, não quis saber de se envolver com ninguém. Porém, ultimamente, notamos uma discreta modificação no seu comportamento. Desde a maneira de se vestir ao brilho no olhar.

Outro dia, no intervalo do almoço... Conversa vai, conversa vem... Sem querer, querendo... Descobrimos que Sofia está apaixonada por um ''pacato cidadão'', que conheceu na Internet.

Contou-nos estar recebendo belíssimas mensagens do referido pretendente e que, inclusive, já havia conversando com ele no MSN e via ''TORPEDO'' observando que, nessas ocasiões, percebera o quanto era educado, culto e inteligente além de lindo.

Entretanto, contou que ele passava a impressão de ser uma pessoa muito séria, pois nas fotos, as quais lhe enviara, em nenhuma delas ele sorria.

Neste momento a Zeli, nossa amiga ''baratinha'', perguntou se, conversando pela webcam, ele não sorrira, ou se, mesmo falando não dera para ela ver se ele tinha dentes...

- Eu posso com uma pergunta dessas?!

Sofia parou, pensou e disse que não sabia responder, pois ele não havia sorrido em nenhum momento e falando não tinha dado para ver se tinha dentes

- Eita, Sofia!!! Vai ver que ele usa chapa e por isso não sorrir, ou, talvez, fique sem ela quando está em casa... Concluiu nossa amiga ''tira gosto''.

Neste momento foi chegando alguns amigos e todos começaram a opinar e a darem risada...

- Ah, coitada da Sofia!

Não tive escolha e corri em seu auxílio. Logo eu que sou totalmente contra romances virtuais!

E, foi exatamente neste momento que, chegou o Baianinho, o qual andou se aproveitando de minhas férias em julho último, para ficar todo íntimo da ''baratinha'' da Zeli e encerrou a polêmica diagnosticando a questão como ''DENTESCA'' e com solução de apelo real.

- Mas que maldade!!! (Risos)

**********


Publicado no Recanto das Letras em 11/08/2011
Código do texto: T3153397