Google+ Followers

domingo, 28 de agosto de 2011

VOANDO ALTO




VOANDO ALTO
De: Ysolda Cabral


A alegria e a tristeza,
A beleza e a fealdade,
Misturam-se na paisagem.

A poesia em contradição,
Deixa minha alma em conflito.
Estou sem direção...

Meu coração bate acelerado.
Cadê minha imaginação?!
Preciso sair do chão...

Voar bem alto;
Fugir do asfalto;
Não sofrer assaltos...

Que pena não ser pássaro!
Se fosse voaria até as nuvens,
E lá, me sentiria em teus braços.

Juntos e embalados pela brisa;
O ''Espaço Tempo''
Nunca mais existiria.

**********
Publicado no Recanto das Letras em 26/08/2011
Código do texto: T3183500