Google+ Followers

sábado, 12 de junho de 2010

DE VOLTA AO DESTINO


DE VOLTA AO DESTINO
De: Ysolda Cabral


Aos 80 km p/ hora
Estou agitada, estressada,
Tensa, cansada, irritada
Sinto-me feia e muito chata

Aos 100 km p/ hora
Começo a sentir certo alivio
Os batimentos cardíacos
Estão no ritmo do “Tambor do Encantado”

Desligo o “ar”
Abro os vidros
Aumento o som
Grito...

Uau! Estou na estrada!!!!
Sinto-me bonita
Sinto-me peralta
O coração acalma
Quase pára aos 130 km p/ hora

Batendo feliz e satisfeito
Sem hora e sem idade
Não tem jeito
Eu e ele adoramos velocidade

Agora estamos a 140 km p/ hora
Ou talvez mais - não sei -
Estou em "estado" de Garça...

Pairo no ar
Entre o Céu, azul de encantar,
E o cinza do asfalto
De listas amarelas ao meio

Ganho fácil do tempo
Chego primeiro

Errei o caminho
Vejo o retorno
Volto ao destino.

*****
Publicado no Recanto das Letras em 12/06/2010
Código do texto: T2316214