Google+ Followers

domingo, 17 de outubro de 2010

MEU AMADO


MEU AMADO
De: Ysolda Cabral



Na rosa vermelha,
Todo o meu amor.

Na carta que não abristes,
E nem poderias por motivos óbvios;
As mais lindas poesias,
Com carinho e boas energias.

Recebestes com alegria.
- Até sorristes!
Eu sei, eu sinto.

Do fundo do meu coração te digo,
E milhões de vezes repito
Se preciso for:

Sem teu amor a Vida para mim,
Não tem sentido e nem valor.


Te amo assim e até o fim.

**********


Publicado no Recanto das Letras em 17/10/2010
Código do texto: T2561681