Google+ Followers

sábado, 9 de outubro de 2010

QUERIA SER SAMANTHA A FEITICEIRA



QUERIA SER SAMANTHA A FEITICEIRA
De: Ysolda Cabral



Não sei por que cargas d’agua durante a semana dá um sono danado logo após o almoço e no final de semana não.

Hoje o sono foi tão grande, que tive que puxar conversa com a Belo para não cair da cadeira de minha mesa de trabalho ou em cima dos processos amarelinhos que estavam à minha espera.

- Belo, você soube que apenas uma pessoa tirou na mega-sena os cento e dezenove milhões?

- Soube menina! Que coisa boa não é?!

Continuei... Eu não queria tanto dinheiro assim, pois não teria nem um minutinho de paz, iria querer resolver os problemas de todo mundo e quando fosse lembrar dos meus já não teria dinheiro e nem mais tempo pra nada.

Daí ela começou a falar de alguns clássicos do cinema que vem revendo ultimamente. Até que chegou nos seriados Bonança, Rim Tim Tim, Jeannie é Um Gênio, Samantha a Feiticeira, entre outros.

Eu fiquei a olhar para ela séria e muito compenetrada... De repente lembrei que, quando menina, não queria ser fada pra não perder a varinha de condão e nem a Jeannie!

- Viver presa numa garrafa?! Deus me livre!

- Eu queria ser a feiticeira Samantha!!!!

- Ah, ser a Samantha era o meu sonho!! Claro que sem aquele marido antipático e aquela mãe insuportável, mas ter aquele nariz que com uma mexidinha resolvia qualquer parada seria mesmo o máximo!

E o melhor é que ele, o nariz, “pregado” na minha cara, seria difícil perder ou quebrar.

- A não ser que...

Quase cai de cara em cima dos processos amarelinhos. HahahahahahaNasci mesmo pra ser Ysolda. Hahahahahaha


**********


Publicado no Recanto das Letras em 07/10/2010

Código do texto: T2543719