Google+ Followers

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

QUERO UMA ROSA

QUERO UMA ROSA
De: Ysolda Cabral



Hoje realmente estou triste,
Tento sorrir e achar graça,
Dos meus inconcebíveis deslizes,

E não acho graça em nada.

Passam por mim muitos rostos,
- Com ou sem maquiagem -
Em muitos deles há tristeza,
Que se revela na camuflagem.

Mas o dia está bonito,
O jardim está florido,
A Papoula está vistosa,
Porém eu queria uma Rosa.

Não precisaria ser tão bela,
Nem necessariamente vermelha,
Mas que conseguisse,
- Pelo menos por ora -
Mandar minha tristeza embora.


**********


Publicado no Recanto das Letras em 01/10/2010

Código do texto: T2531498