Google+ Followers

quarta-feira, 6 de julho de 2011

ALGO PERDIDO


ALGO PERDIDO
De: Ysolda Cabral


Noite fria,
Sem nuvens,
Céu sem estrelas,
Sem lua,
Saudades tuas.

Mas tu...
Sei que não vens.

Olho a rua...
Tão nua!

Sem árvores,
Sem pássaros,
Tão sem esperança!

Apenas ruídos,
Dos carros que passam.

Andas sumido...

Sorriso contido,
A lágrima é alivio.
Algo foi perdido...

Vê se tu achas!

**********


Publicado no Recanto das Letras em 06/07/2011

Código do texto: T3079811