Google+ Followers

sexta-feira, 1 de julho de 2011

CADÊ AS GARÇAS





CADÊ AS GARÇAS
De: Ysolda Cabral


Cadê as garças?

Árvores sozinhas
Tetos e traças
Dores minhas

Cadê as garças?

Pretas nuvens
Alagadas matas
Animais acuados nos túneis

Cadê as garças?

Voaram sem graça
Levando sonhos
Inevitáveis tombos

Cadê as garças?

Terra sem branco
Profundas marcas
Caminho longo

Cadê as garças...?



**********




Publicado no Recanto das Letras em 30/06/2011

Código do texto: T3066010