Google+ Followers

domingo, 31 de julho de 2011

ME CHAMES!




ME CHAMES!
De: Ysolda Cabral




O teu nome é forte e é lindo!
Penso nele e fico sorrindo,
Mas logo começo a chorar,
Pois não convém te chamar...

É daí que vem minha tristeza,
Tristeza mesmo de amargar!
Ai! Coitada de mim,
Nasci só pra chorar.

E, chorando mais que sorrindo,
Aos trancos e barrancos vou seguindo,
Fazendo do sonho realidade,
Só pra não morrer de saudade.

Sei que é preciso esquecer o teu nome,
Riscá-lo do meu vocabulário...
Então recorro ao rosário,
E rogo pra que me chames.


*****

Imagem Google.


Publicado no Recanto das Letras em 31/07/2011
Código do texto: T3131468