Google+ Followers

segunda-feira, 18 de julho de 2011

UMA CARTA A MODA ANTIGA


Recife, 18 de Julho de 2011.


Ilma. Srta.
Yauanna Cabral Cavalcanti de Albuquerque
A/c do Site Recanto das Letras e/ou do Blogger '' Apenas Ysolda'' - II Bairro da Mais Pura Poesia
Cidade do '' Espaço Virtual''


Querida Filha,

Neste momento, ouvindo uma música suave e bela, me transporto no tempo para exatos vinte e um anos atrás. Sinto você ainda na minha barriga, prontinha para sair. Estou preocupada e tensa.

- Será que vou dar conta? Pergunto-me a todo instante...

A princípio me preocupava com tudo, mas aos poucos você foi me ensinando como cuidar de você e foi aí que as coisas se ajustaram para que chegássemos aqui...

E cá estamos nós! Juntas e amigas como nunca, mãe e filha, para comemorar a sua MAIOR IDADE – maior só em caixa alta - pois para mim você sempre será uma menina e nada de reclamações e/ou reivindicações.

Contudo, a despeito de outros aniversários, ontem você me perguntou se hoje eu lhe dedicaria uma poesia.

Foi então que compreendi que dei conta de você, pois o normal seria perguntar pela festa...

- Não! Hoje não vou compor nenhuma poesia. Seria impossível! A minha mais perfeita e bela poesia é você, minha amada filha.

Portanto, feliz aniversário, com votos de tudo de bom que há nesta vida.

Agradecida a Deus por ter você, assino publicamente esta carta, escrita com o maior e mais sublime amor que existe: O DE MÃE.

Ysolda Cabral

**********

Publicado no Recanto das Letras em 18/07/2011
Código do texto: T3101981