Google+ Followers

quinta-feira, 7 de julho de 2011

PARA ONDE DEUS ME MANDAR, EU VOU!


Para onde Deus me mandar, eu vou!
De: Ysolda Cabral



Vou sim! Só que às vezes revoltada, questionando os caminhos, tentando atalhos, mudando até as placas de indicação e muito indignada.

Nessas ocasiões me sinto o próprio Jonas que, envergonhado clama ao Senhor uma nova chance e é imediatamente “cuspido’’ da barriga do grande peixe para terra firme, porém desconhecida e agreste.

E é assim, caminhando a esmo e trôpega que, novamente caio. E, levanto com mais força, com mais fé e meto o pé no caminho e sigo.

Vez ou outra me canso novamente... Então me sento debaixo de uma árvore, e, acalentada pelos pássaros, refrescada por uma brisa suave, durmo e sonho com um mundo melhor, mais justo e ainda mais bonito.

Ao acordar, revigorada, ponho o pé na estrada, com ânimo e coragem dando muitas Graças.

E é assim que sou recompensada no final de cada caminhada.


****


Prosa em agradecimento por Graça alcançada.



Publicado no Recanto das Letras em 07/07/2011

Código do texto: T3080852