Google+ Followers

terça-feira, 5 de julho de 2011

ANTIGA PAIXÃO

ANTIGA PAIXÃO
De: Ysolda Cabral


Lembro de um tempo equivocado,
Tão desocupado e tão escravo,
Que só conseguia passar por ele,
Vencendo o medo inusitado.

Sorria, chorava e cantava,
Fazendo graça e até dançava,
Rodopiando nos cantos da sala
Tropeçando e deixando marcas

A poesia pouco aflorava,
Muito mais para letras de músicas,
Compostas para acalmar meu coração.

Quando finalmente terminava,
Percebiam-se nos acordes loucos,
A mesma velha e antiga paixão.


**********
Publicado no Recanto das Letras em 04/07/2011

Código do texto: T3075320