Google+ Followers

sábado, 7 de abril de 2012

A ESCURIDÃO DA NOITE




A ESCURIDÃO DA NOITE
De: Ysolda Cabral


Gosto da escuridão da noite,
Tela das estrelas e da lua,
Mesmo que o vento açoite,
E não haja viva alma na rua...

Respiro o oxigênio vindo do mar,
Penso em você e lhe sinto em mim,
O mundo pode até acabar,
Sabes que sou tua do começo ao fim.

Assim vejo no Céu do teu olhar,
Duas estrelas que se movem,
Só pra você, me iluminar...

E, louca de amor e de saudade,
Perco-me na tua suavidade,
E na beleza do teu negro olhar.

**********

Compus esta poesia escutando a música
‘’Eu Não Sei Quem Te Perdeu’’ de Pedro Abrunhosa
Link: http://www.youtube.com/watch?v=T1Q6WPhsSug&feature=related

Vale à pena escutar, pois é uma música belíssima.


**********


Publicado no Recantod a Letras em 07/04/2012

Código do texto: T3599691