Google+ Followers

segunda-feira, 30 de abril de 2012

FARDO PESADO



FARDO PESADO
De: Ysolda Cabral


Sem fôlego penso:
Só mais um pouco e chego lá.
Não consigo!
Definitivamente não consigo.
O peso é de chumbo.
Estou folha seca,
Preste a esfarelar.
Paro... Desisto!
Reconheço meus limites.
Passo-lhe o fardo, sem vacilar!
E, com alívio.

**********

Inspirada na imagem Google. (Risos)

Publicado no Recanto das Letras  em 24/04/2012
Código do texto: T3630807